Lenovo segue Xiaomi e monta unidade de produção de smartphones na Índia

terça-feira, 18 de agosto de 2015 17:16 BRT
 

MUMBAI (Reuters) - A Lenovo disse nesta terça-feira que está montando uma unidade de montagem de smartphones da Índia, tornando-se a maior chinesa até agora a responder à campanha do primeiro ministro Narendra Modi para tornar o país uma potência manufatureira.

A parceria com a fabricante terceirizada Flex, antes conhecida como Flextronics, está funcionando numa nova linha de montagem em Chennai, no sul da Índia, disse a Lenovo.

Usando componentes importados, a planta terá capacidade de produção anual de 6 milhões de smartphones e empregará 1,5 mil pessoas. A produção de sua gama de smartphones MotoE já começou.

A chinesa Xiaomi disse este mês que estava somando forças com a Foxconn, gigante de tecnologia de Taiwan, para começar a montar smartphones na Índia.

(Por Nivedita Bhattacharjee)