Homem de 19 anos é indiciado por pornografia de vingança nos EUA

sexta-feira, 21 de agosto de 2015 18:40 BRT
 

LOS ANGELES (Reuters) - Um homem de 19 anos da Califórnia acusado de posar como agente de modelos para enganar e extorquir meninas menores de idade para que lhe enviassem fotos nuas foi indiciado nesta sexta-feira, com mais de 150 acusações criminais, no que os promotores chamaram de um caso de pornografia de vingança.

Cesar Mauricio Estrada-Davila é acusado de perseguir 21 garotas entre 12 e 17 anos de idade entre janeiro e abril deste ano, disse o vice-procurador do distrito de Los Angeles, Jon Hatami, em um comunicado escrito.

Hatami disse que Estrada-Davila fazia amizade com suas vítimas em uma rede social, dizendo a elas que era um agente de modelos que poderia torná-las famosas e pedia fotos das meninas em trajes íntimos.

Após conseguir as imagens, segundo Hatami, Estrada-Davila ameaçava mostrar as fotos aos amigos e membros da família das garotas se não enviassem a ele fotos mais explícitas.

As autoridades ficaram sabendo do esquema e começaram as investigações que duraram vários meses, após uma das vítimas contar aos pais o que estava acontecendo, disse Hatami.

Estrada-Davila enfrenta a possível sentença de passar a vida na prisão se for condenado no julgamento com todas as acusações contra ele, o que inclui posse de pornografia infantil, contato com menores de idade para assédio sexual e atos obscenos contra crianças.

(Por Dan Whitcomb)