Motorista do Uber na Costa Rica é atacado e carros são parados durante lançamento do serviço

segunda-feira, 24 de agosto de 2015 09:02 BRT
 

SÃO JOSÉ (Reuters) - Um motorista do Uber foi atacado e ao menos dois carros do serviço foram tirados de circulação durante o primeiro fim de semana de operação da empresa na Costa Rica, disse o governo.

Após pegar um cliente na capital São José, um motorista do Uber foi atacado por taxistas que danificaram seu carro com um taco de beisebol e o ameaçaram, publicou o jornal La Nación.

O governo condenou o ataque, mas disse em um comunicado divulgado na noite de sábado que vai cobrar multas contra motoristas e revogar licenças de veículos trabalhando para o Uber, que diz estar operando ilegalmente.

Autoridades até agora tiraram ao menos dois veículos do Uber das ruas do país, disse o governo.

Um porta-voz do Uber disse que a empresa vai cobrir as despesas dos motoristas se for confirmado que eles trabalham para a companhia. A empresa disse ainda que está operando dentro da lei na Costa Rica.