Especialista de segurança de computadores que invadiu Jeep em movimento deixa Twitter

terça-feira, 25 de agosto de 2015 12:44 BRT
 

SAN FRANCISCO, Estados Unidos (Reuters) - O especialista em segurança de computadores que invadiu o sistema de um utilitário esportivo Jeep em movimento no começo deste ano pediu demissão do Twitter após três anos na companhia, disse uma pessoa familiarizada com o assunto.

Charlie Miller, ex-hacker da Agência de Segurança Nacional dos Estados Unidos (NSA, na sigla em inglês) e um dos especialistas em segurança mais conhecidos no mundo, não quis comentar sobre sua saída da empresa de microblogs ou o que fará em seguida.

Um porta-voz do Twitter não pôde ser encontrado de imediato para comentar o assunto.

O feito mais recente de Miller, invadir o sistema de um Jeep em movimento, foi realizado com o pesquisador Chris Valasek da IOActive e foi objeto de discussões nas conferências sobre segurança de sistemas eletrônicos realizadas em Las Vegas este mês.

Os esforços de Mille e Valasek, que foram coordenados com a montadora Fiat Chrysler Automobiles, dona da Jeep, levaram ao primeiro recall de veículos para proteger motoristas contra possíveis ataques de hackers.

A FCA convocou 1,4 milhão de veículos para instalação de um software projetado para impedir que hackers repetissem o experimento da dupla. A invasão do veículo em movimento usou uma rede de telefonia celular para acessar a central de entretenimento e a partir daí tomar controle do motor, freios e direção.