Nokia forma joint venture com chinesa Huaxin

sexta-feira, 28 de agosto de 2015 09:31 BRT
 

HELSINQUE (Reuters) - A fabricante de equipamentos de telecomunicação finlandesa Nokia disse nesta sexta-feira que fechou acordo para criar uma joint venture com a Huaxin, em uma iniciativa que pode abrir caminho para a aprovação chinesa da proposta de compra da Alcatel-Lucent (ALUA.PA).

A joint venture, que será chamada Nokia Shangai Bell, será construída sobre uma outra similar e mais antiga entre a francesa Alcatel-Lucent e a chinesa Huaxin, que é uma companhia de investimento estatal chinesa.

De acordo com um memorando de entendimento, a Nokia diz que espera controlar 50 por cento mais uma ação da nova joint venture, com a Huaxin detendo o restante das ações.

A China é a última grande jurisdição que falta aprovar a proposta de compra da Alcatel pela Nokia por 15,6 bilhões de euros (17,6 bilhões de dólares).

O analista da Nordea, Sami Sarkamies, disse que o acordo de joint venture foi um sinal promissor.

"Se eles (Nokia) concordaram com um parceiro estatal, isso provavelmente significa que haverá passagem livre para todo o acordo (com a Alcatel)."

A transação entre a Nokia e a Alcatel deve ser concluída no próximo ano.

(Por Jussi Rosendahl)