Processo contra Uber por estupro na Índia é retirado

terça-feira, 1 de setembro de 2015 16:26 BRT
 

SAN FRANCISCO (Reuters) - Uma mulher que processou o Uber sob alegação de estupro por um motorista na Índia retirou voluntariamente seu processo contra a empresa, segundo um documento do tribunal nesta terça-feira.

A passageira, que relatou ter sido estuprada e surrada após pegar uma carona com o motorista do Uber em Déli no ano passado, processou o serviço de carros online em um tribunal federal dos Estados Unidos em janeiro, alegando que a companhia falhou em manter procedimentos básicos de segurança.

Os termos de acordo do caso não foram divulgados nos arquivos do tribunal.

(Por Dan Levine)