Amazon entra no negócio de entrega de comida em Seattle

terça-feira, 8 de setembro de 2015 10:46 BRT
 

SÃO FRANCISCO, Estados Unidos (Reuters) - A varejista online Amazon disse nesta terça-feira que começará a oferecer um serviço próprio de entrega de restaurantes em Seattle, nos Estados Unidos, marcando seu primeiro movimento em um mercado cada vez mais disputado e conhecido por ter margens baixas de lucro.

Os clientes da Amazon poderão pedir comida de vários restaurantes na região de Seattle por meio do aplicativo Prime Now da companhia - com o serviço de entrega sem nenhum custo adicional.

O Prime Now foi lançado em dezembro passado em Nova York e promete entregas no prazo de uma a duas horas de dezenas de milhares de produtos. O novo serviço de refeições é outra maneira de agregar valor ao programa, que custa 99 dólares por ano ao usuário e é uma área de crescimento essencial para a companhia. Analistas estimam que há mais de 40 milhões de membros do Prime ao redor do mundo. O Prime é oferecido pela Amazon em 11 cidades, incluindo Chicago, Atlanta e Londres.

A companhia de comércio eletrônico já se interessou por serviços de restaurante no passado, permitindo que clientes pedissem comida pela plataforma Amazon Local, mas estas entregas eram geridas pelos próprios comerciantes.

A decisão da Amazon de utilizar sua própria frota e motoristas para levar os pedidos de comida a coloca contra concorrentes já estabelecidos como o GrubHub e também outros mais novos como o Uber, que expandiu seu próprio serviço de entrega de refeições em cidades como São Francisco e Austin.