EUA não planejam sanções por ciberataques antes de visita de presidente chinês

terça-feira, 15 de setembro de 2015 19:28 BRT
 

WASHINGTON (Reuters) - Os Estados Unidos não planejam impor sanções a entidades chinesas por ciberataques econômicos antes da visita do presidente chinês, Xi Jinping, na semana que vem ao país, disseram uma autoridade dos EUA e uma pessoa com conhecimento do pensamento da Casa Branca nesta terça-feira.

A autoridade, que falou em condição de anonimato, sugeriu que a razão é evitar lançar uma sombra sobre a visita de Xi, e não a existência de qualquer grande acordo entre os dois lados sobre como lidar com o problema.

Impor sanções antes da visita de Xi, que incluirá um jantar de Estado na Casa Branca oferecido pelo presidente Barack Obama, seria um desastre diplomático, disse a fonte informada sobre os pensamentos da Casa Branca.

Na semana passada, autoridades norte-americanas disseram que estavam considerando sanções contra indivíduos e empresas russos e chineses por ciberataques contra alvos comerciais dos EUA.

(Por Mark Hosenball e Joseph Menn)