Receitas da Adobe sobem com assinaturas melhores que o esperado

quinta-feira, 17 de setembro de 2015 19:23 BRT
 

(Reuters) - O lucro e as receitas trimestrais da desenvolvedora do Photoshop, a Adobe, superaram as estimativas, ajudada por assinaturas líquidas melhores que o esperado de seu software de design e fotografia Creative Cloud.

A Adobe tem migrado do licenciamento tradicional de software para assinaturas baseadas em Web com o objetivo de atrair mais receita recorrente, mais previsível.

O Creative Cloud, que inclui Photoshop, Illustrator e InDesign, é o maior negócio de computação em nuvem da companhia. Os outros dois são Marketing Cloud e Document Cloud.

A Adobe disse ter adicionado 684 mil assinaturas líquidas de Creative Cloud no terceiro trimestre, comparadas com 640 mil adições líquidas que analistas esperavam, de acordo com a empresa de pesquisas FactSet StreetAccount.

O lucro líquido da companhia subiu para 174,5 milhões de dólares, ou 0,34 dólar por ação, no terceiro trimestre fiscal encerrado em 28 de agosto, ante 44,7 milhões de dólares, ou 0,09 dólar por ação, um ano antes. As receitas subiram 21 por cento, para 1,22 bilhão de dólares.

Analistas esperavam lucro de 0,50 dólar por ação e receitas de 1,21 bilhão de dólares.

(Por Abhirup Roy)