Apple faz faxina em loja de aplicativos após 1o grande ataque

segunda-feira, 21 de setembro de 2015 09:36 BRT
 

Por Jim Finkle

BOSTON, Estados Unidos (Reuters) - A Apple disse no domingo que está limpando a iOS App Store para remover programas maliciosos identificados no primeiro ataque de grande escala à loja de software da companhia.

A companhia revelou o esforço após muitas empresas de segurança terem encontrado um programa malicioso apelidado de XcodeGhost incorporado em centenas de aplicativos legítimos.

Esse é o primeiro caso relatado de um grande número de softwares maliciosos entrando através do rigoroso processo de revisão da Apple. Antes deste ataque, apenas cinco aplicativos maliciosos foram encontrados na App Store, de acordo com a firma de segurança Palo Alto Networks.

Os hackers incorporaram o vírus nestes aplicativos ao convencerem os desenvolvedores de software legítimo a usarem uma versão alterada do software para criação de aplicativos para iOS e Mac, conhecido como Xcode, disse a Apple.

"Nós removemos os aplicativos que sabíamos terem sido criados com o software falsificado da App Store", disse a porta-voz da Apple Christine Monaghan. "Nós estamos trabalhando com os desenvolvedores para ter certeza que eles estão usando a versão apropriada do Xcode para refazerem seus aplicativos."

Porém ela não disse que procedimentos os usuários de iPhone e iPad podem tomar para determinar se seus dispositivos estão contaminados ou não.

O diretor da Palo Alto Networks Ryan Olson afirmou que o vírus tinham funcionalidade limitada e que a empresa não encontrou situações de roubou de dados ou outros prejuízos que possam ter sido resultado do ataque.

Apesar disso, ele afirmou que o ataque é significativo já que mostrou que a App Store pode ser comprometida se os hackers infectarem as máquinas dos desenvolvedores de aplicativos legítimos. Outros atacantes podem copiar esta técnica, afirmou.