Investimentos em segurança cibernética crescem, apesar perturbação nos mercados

terça-feira, 22 de setembro de 2015 17:20 BRT
 

SAN FRANCISCO (Reuters) - Apesar do tumulto no mercado de ações e da inquietação na comunidade de venture capital, empresas de segurança cibernética estão conseguindo levantar vultosos recursos de investidores, cujo o grande apetite por sistemas de defesa de alta tecnologia contra ciberpirataria não deve diminuir mesmo com uma correção dos mercados.

No exemplo mais recente, Bit9 + Carbon Black, uma empresa que detecta e protege servidores de ameaças, está realizando uma nova rodada para levantar fundos, disseram investidores à Reuters. A informação foi confirmada pela empresa.

Um investidor estima que a companhia levantará aproximadamente 50 milhões de dólares, além dos cerca de 120 milhões de dólares que já levantou, mas a companhia não quis revelar o montante de recursos.

"Os mercados financeiros estão apoiando realmente bem empresas como a nossa", disse o presidente-executivo da Bit9 + Carbon Black, Patrick Morley.

No ano até o momento, o setor já levantou mais de 2,3 bilhões de dólares globalmente, de acordo com dados da indústria, a caminho de ultrapassar o total captado do ano passado, e deve se manter como uma área aquecida para grandes negócios, mesmo em meio a um enfraquecimento econômico.

Como em outros setores tecnológicos, investidores se preocupam sobre avaliações excessivas. Alguns investidores dizem que esperam que mais de um terço das companhias que estão captando recursos no momento fracassarão, enquanto outras serão adquiridas ou contabilizadas como perdas.

"Haverá algum nível de desapontamento", disse Gilman Louie, sócio da Alsop Louie Partners, que anteriormente liderou investimentos em tecnologia para a Agência de Inteligência Central. Mas, ele disse, "haverá alguns unicórnios por aí. E haverá muitas companhias no meio onde você pode conseguir o retorno de seu dinheiro".

(Por Heather Somerville)