Rússia diz que Google deve corrigir contratos com fabricantes de aparelhos móveis

segunda-feira, 5 de outubro de 2015 18:48 BRT
 

MOSCOU (Reuters) - A agência antimonopólio da Rússia disse nesta segunda-feira que o Google tem até 18 de novembro para endereçar acusações de que abusa de sua posição de mercado no país.

O órgão antimonopólio FAS disse que o Google deve corrigir seus contratos com indústrias após determinar em setembro que o gigante de softwares havia infringido a lei ao pré-instalar certos aplicativos em aparelhos móveis.

O caso, lançado pelo competidor local Yandex está sendo observado principalmente em outros países onde o Google capitaliza sobre a popularidade do sistema operacional Android.

O Yandex está à frente do Google na Rússia, mas tem visto a competição aumentar em telefones móveis, conforme consumidores adotam dispositivos com sistema Android que vêm com produtos do Google pré-instalados e competem diretamente os aplicativos do Yandex.

"Nossa meta é retornar o jogo limpo ao mercado. Nossa posição é forte e pretendemos defendê-la em caso de apelação em qualquer nível. Esta visão é compartilhada por um número de companhias fora da Rússia", disse o Yandex em declaração.

Se falhar em cumprir com a determinação da FAS, o Google pode enfrentar multas de mais de 15 por cento de sua receita no setor de aparelhos móveis do mercado russo em 2014.

(Por Jack Stubbs e Maria Kiselyova)