Sony pagará até US$8 mi para encerrar processo de empregados após ataque de hackers

terça-feira, 20 de outubro de 2015 20:39 BRST
 

(Reuters) - A Sony Pictures Entertainment concordou em pagar até 8 milhões de dólares para encerrar um processo aberto por funcionários que alegam que seus dados pessoais foram roubados em 2014 em um ataque de hackers ligado ao lançamento do filme "A Entrevista", comédia feita pelo estúdio que se passa na Coreia do Norte.

O acordo entre a unidade da Sony Corp e atuais e ex-funcionários foi divulgado em relatórios apresentados na segunda-feira em um tribunal federal de Los Angeles.

Sob o acordo, a Sony pagará até 2,5 milhões de dólares, ou 10 mil dólares por pessoa, para indenizar funcionários pelo roubo das identidades e mais de 2 milhões de dólares, ou 1 mil dólares por pessoa, para compensá-los pelas medidas protetoras que tomaram após o ciberataque.

A Sony também concordou em pagar até 3,49 milhões de dólares para cobrir os custos e taxas legais, de acordo com os documentos do tribunal. O acordo precisa ser aprovado pelo juiz distrital dos EUA Gary Klausner.

Nem a Sony, nem um advogado dos requerentes respondeu imediatamente aos pedidos de comentários nesta terça-feira.

(Por Nate Raymond)