Google vê bloqueio de anúncios como inimigo comum entre empresas de mídia

quinta-feira, 22 de outubro de 2015 18:52 BRST
 

FRANKFURT (Reuters) - O Google disse que as empresas de mídia europeias, frequentemente os mais severos críticos da indústria do gigantes de buscas, compartilham uma ameaça em comum porque o surgimento de tecnologias que bloqueiam anúncios é uma ameaça para todos os negócios dependentes de publicidade.

Carlo d'Asaro Biondo, diretor de relações estratégicas com Europa, Oriente Médio e Ásia do Google, disse a jornalistas em Munique nesta quinta-feira que os consumidores "odeiam anúncios ruins" e que o Google e os criadores de conteúdos precisam fazer mais para proteger os consumidores de anúncios indiscretos.

"O problema é que os bloqueadores de anúncios que bloqueiam todos os anúncios estão atirando o bebê para fora junto com a água da banheira", disse d'Asaro Biondo, segundo comentários preparados para a conferência. "Precisamos trabalhar juntos para criar um padrão para melhores anúncios online."

Seus comentários vieram como parte de uma ofensiva de charme do Google - sua Iniciativa de Notícias Digital - para conquistar editores de jornais com colaboração em tecnologia, treinamento em redações digitais e patrocínio para projetos inovadores de mídia em pequena escala.

Na última década, a indústria de mídia frequentemente acusou o Google de fazer dinheiro tornar conteúdo disponível gratuitamente via Google News, YouTube e outros serviços para levar a audiência a visualizar os anúncios nos sites do Google.

(Por Eric Auchard)