Xerox revisará operações, mas não considera venda da companhia

segunda-feira, 26 de outubro de 2015 15:27 BRST
 

(Reuters) - A Xerox, conhecida por suas impressoras e copiadoras, disse que revisaria seus negócios e opções de alocação de capital mas não estava atualmente considerando uma venda da companhia.

A Xerox também reportou seu primeiro prejuízo trimestral líquido desde o primeiro trimestre de 2010, mas o lucro excluindo os custos de reestruturação foi maior que as expectativas do mercado.

"Uma das coisas que não estamos considerando atualmente é a venda da empresa, mas todas as outras opções serão observadas conforme progredimos através desta revisão", disse a presidente-executiva, Ursula Burns, em uma teleconferência.

A Xerox, como suas rivais Lexmark International e a Hewlett-Packard, tem mudado o foco para softwares de valor mais alto e serviços, com clientes corporativos cortando os custos de impressão e consumidores adotando aparelhos móveis.

"Não acho que (a Xerox) cortaria os dividendos, então eu espero que eles reduzam suas recompras de ações de forma acentuada até que a empresa esteja em melhor forma financeira", disse o analista da Argus Research, Jim Kelleher.

Nesta segunda-feira a companhia divulgou prejuízo líquido atribuído a acionistas de 34 milhões de dólares, ou 0,04 dólar por ação, no terceiro trimestre encerrado em 30 de setembro. Excluindo itens, a empresa lucrou 0,24 dólar por ação, ante estimativas dos analistas de 0,23 dólar por ação, de acordo com a Thomson Reuters I/B/E/S.

(Por Abhirup Roy; reportagem adicional por Arathy S. Nair e Anya George Tharakan)