Modelo de concessão de telefonia fixa tem que ser "modernizado", diz presidente da Oi

terça-feira, 27 de outubro de 2015 15:00 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - O presidente-executivo da operadora Oi, Bayard Gontijo, disse nesta terça-feira que a universalização da telefonia fixa no Brasil já ocorreu desde a privatização de 1997 e que o modelo regulatório de concessão precisa ser modernizado.

“Na nossa avaliação, o modelo atual está esgotado, precisa ser modernizado, já cumpriu seu papel”, disse Bayard, segundo o qual a penetração de telefonia fixa no Brasil é de 70 por cento, em comparação a indicador de cerca de 50 por cento em países como China, África do Sul e Índia.

“O modelo de concessão brasileiro ainda está ancorado em voz fixa. Se esgotou e precisa ser modernizado imediatamente”, disse, enfatizando a migração do uso do fixo pelo celular e atualmente a migração para banda larga.

(Por Luciana Bruno)