Resultados do Twitter mostram que virada com 'Moments' ainda está longe

quarta-feira, 28 de outubro de 2015 14:56 BRST
 

(Reuters) - O Twitter Inc pode estar contando com o Moments --seleção feita por funcionários do microblog de melhores tuítes sobre principais assuntos-- para guiar seu crescimento, mas o momento para celebrar uma virada ainda parece distante.

Qualquer um esperando que os planos do presidente-executivo, Jack Dorsey, de impulsionar o crescimento tivesse grande impacto nos resultados do terceiro trimestre ficou decepcionado.

O Twitter divulgou na terça-feira número anêmicos de crescimento de usuários no trimestre encerrado em setembro e uma morna previsão de receita para o trimestre atual.

As ações do Twitter, que acumulam queda de 13 por cento no ano, chegaram a cair 11 por cento na manhã desta quarta-feira, mas reduziram a queda para cerca de 4 por cento às 14h35 (horário de Brasília).

Alguns investidores claramente esperavam mais de Dorsey, cofundador da empresa, que assumiu o assento de presidente-executivo este mês, depois de permanecer no posto interinamente por quatro meses.

"Embora nós acreditemos que muitas das iniciativas para crescimento do 'novo' presidente-executivo, Jack Dorsey, sejam promissoras, permanece pouco claro se elas vão se traduzir em crescimento mais ativo de usuários e engajamento", escreveram em nota os analistas da Baird Equity Research. A previsão de receita do Twitter no quarto trimestre de 695 milhões a 710 milhões de dólares ficou bem abaixo da estimativa média de analistas de 739,7 milhões de dólares.

Em poucos meses sob Dorsey, o Twitter introduziu o recurso "Moments", acrescentou pesquisas, demitiu cerca de 8 por cento de sua força de trabalho e lançou um botão "comprar".

(Por Anya George Tharakan em Bengaluru)

((Tradução Redação Rio de Janeiro, 55 21 2223-7132))

REUTERS JS RBS