Ações de empresas de cibersegurança ganham impulso após ataque a TalkTalk

sexta-feira, 30 de outubro de 2015 16:33 BRST
 

LONDRES (Reuters) - O ciberataque na provedora de banda larga TalkTalk aumentou o interesse em ações de companhias que lidam com cibersegurança, com alguns administradores de fundos apostando em mais crescimento no setor.

A polícia britânica disse nesta sexta-feira que havia apreendido um segundo adolescente conectado com o vazamento na TalkTalk, que pode ter levado ao roubo de dados dentre os mais de 4 milhões de funcionários da empresa.

A TalkTalk não foi o primeiro incidente, mas operadores e investidores disseram que isto deveria reiniciar o interesse em empresas que fornecem proteção contra ataques de hackers.

A empresa de pesquisas de mercado Gartner estimou que o gasto global com segurança de Tecnologia da Informação deve aumentar 8,2 por cento em 2015, para 77 bilhões de dólares. As corporações ao redor do mundo deverão gastar 101 bilhões em segurança da informação em 2018, disse a Gartner.

John Blamire, ex-oficial do exército britânico que é presidente executivo da Falanx, empresa de cibersegurança, disse que o interesse dos clientes aumentou desde o ataque à TalkTalk.

(Por Sudip Kar-Gupta)