CORREÇÃO-Groupon indica novo presidente e prevê 2016 mais fraco que o esperado

quarta-feira, 4 de novembro de 2015 13:17 BRST
 

(Corrige no 1º parágrafo para empresa de comércio eletrônico, e não empresa de compras coletivas)

(Reuters) - A empresa de comércio eletrônico Groupon disse que seu co-fundador Eric Lefkofsky está deixando o cargo de presidente-executivo e retornando ao posto de presidente do Conselho de Administração.

A companhia também projetou as receitas de 2016 abaixo das expectativas de analistas.

O vice-presidente de operações, Rich Williams, vai suceder Lefkofsky no cargo de presidente-executivo, disse a companhia.

A companhia também disse que vai gastar de 150 milhões a 200 milhões de dólares a mais em marketing por ano e reduzir o foco em eletrônicos de consumo, que trazem receitas maiores, mas produzem margens menores.

"Nós somos forçados a fazer decisões duras, trocando dor a curto prazo por ganho no longo prazo com o objetivo de construir uma companhia que nos faça orgulhosos", disse Williams em teleconferência.

A previsão de receita da companhia para 2016 é de 2,75 bilhões a 3,05 bilhões de dólares, abaixo da média das estimativas de analistas de 3,5 bilhões de dólares, de acordo com a Thomson Reuters I/B/E/S. A receita do Groupon no terceiro trimestre também ficou abaixo das estimativas, atingidas pelas vendas fracas na América do Norte e pela receita menor em outros mercados.