Tag Heuer faz parceria com Google e Intel para relógio inteligente

segunda-feira, 9 de novembro de 2015 20:23 BRST
 

ZURIQUE (Reuters) - A Tag Heuer, propriedade da LVMH, tornou-se nesta segunda-feira a primeira fabricante de relógios suíça a oferecer um relógio inteligente aos clientes que combina o design suíço com a tecnologia norte-americana, visando atingir um crescente mercado para dispositivos visíveis em meio a vendas fracas de relógios tradicionais.

Desenvolvido em parceria com Google e Intel, o "Tag Heuer Connected" custará 1.500 dólares. Mil unidades estão imediatamente disponíveis em 15 lojas nos Estados Unidos, com Grã-Bretanha, Alemanhã e Japão seguindo nos próximos dias.

Com sua estrutura de titânio e tiras de borracha preta, o relógio é projetado para parecer com um modelo clássico. Mas o Connected tem um processador Intel Atom sob sua tela sensível ao toque que permite aos usuários se conectar à Internet, serviços de transmissão de música e utilizar aplicativos pela plataforma Android Wear, do Google, dos favoritos existentes como Google Fit e Maps aos aplicativos de estilo de vida e esportes customizados para o relógio.

Clientes também podem trocar seu relógio inteligente por um mecânico no fim do período de garantia de dois anos, se pagarem mais 1.500 dólares, encorajando o que a indústria tradicional espera que seja uma tendência entre os jovem usuários de relógios inteligentes: comprar relógios "reais" conforme amadurecem.

"Estamos atrás de novos clientes... uma vez que tenham comprado um relógio conectado, estão prontos para comprar outro relógio um dia", disse à Reuters o presidente-executivo da Tag Heuer, Jean-Claude Biver, adicionando que a similaridade entre o novo relógio inteligente e outros modelos da marca faria a transição mais fácil.

(Por Silke Koltrowitz e Brenna Hughes Neghaiwi)