Cisco tenta impulsionar negócio de computação em nuvem com novo serviço

quarta-feira, 13 de janeiro de 2016 16:50 BRST
 

SAN FRANCISCO (Reuters) - A Cisco vai impulsionar sua oferta de produtos de computação em nuvem com o lançamento nesta quarta-feira de ferramenta para monitorar como funcionários usam softwares produzidos por terceiros.

A companhia está lançando uma maneira de ajudar empresas a gerenciarem serviços de software que os funcionários possam utilizar em suas redes como programas de email como Gmail, do Google, ou serviços de armazenamento de dados, como o Dropbox.

Embora tais serviços forneçam conveniências para os funcionários, podem criar dores de cabeça se expuserem vulnerabilidades a ataques de malwares, utilizarem muita banda ou não cumprirem com as leis.

A oferta do serviço de "Cloud Consumption", que a Cisco planeja cobrar mensalmente a um custo de 1 a 2 dólares por funcionário, ajudará a empresa a ampliar sua presença na crescente indústria de computação em nuvem.

Muitas empresas, incluindo Cloudability, Netskope e Skyhigh oferecerem serviços similares aos do serviço da Cisco, mas a empresa disse que o produto vai além dos outros porque oferece mais detalhes de uso e sobre se cada provedor individual de aplicativos, por exemplo, cumpre com legislações relevantes.