EUA podem aliviar algumas regras de segurança para carros autônomos

quinta-feira, 14 de janeiro de 2016 19:34 BRST
 

Por David Shepardson

(Reuters) - O Departamento de Transportes dos EUA vai definir propostas nesta quinta-feira para aliviar algumas regras de segurança para permitir que mais carros sem motorista trafeguem em estradas do país, disseram fontes, como parte de um esforço mais amplo para acelerar o desenvolvimento de veículos autônomos.

O secretário de Transportes Anthony Foxx deve anunciar a nova orientação para testes de veículos autônomos em Detroit. Ele também vai anunciar que o presidente dos EUA, Barack Obama vai pedir que o Congresso aprove quase 4 bilhões de dólares em 10 anos para acelerar a automação de veículos.

As principais montadoras e empresas de tecnologia, lideradas pela Alphabet estão competindo para desenvolver e vender veículos sem motorista, mas se queixaram de que as regras de segurança estaduais e federais estão impedindo testes e a implementação final de tais veículos.

A Administração Nacional de Segurança de Tráfego nas Estradas (NHTSA), que Foxx supervisiona, dirá às montadoras que pode isentar até 2.500 veículos de alguns padrões de segurança por até dois anos - movimento que poderia permitir ao Google obter a sua carros de auto-condução em estradas dos EUA.

Reguladores vão impor como condição que as empresas demonstrem que os seus carros autônomos podem operar com segurança e planejem uma orientação formal "sobre a implantação e operação segura de veículos autônomos" no prazo de seis meses.

Pelas regras atuais, carros de teste do Google deve ter volantes e pedais. A NHTSA está incentivando as montadoras a buscar derrogações às regras de segurança, se necessário para obter carros sem motorista na estrada. Também planeja trabalhar por regulamentos estaduais uniformes sobre carros sem motorista.

(Reportagem de David Shepardson)