Apple vende menos iPhones do que o esperado no último trimestre

terça-feira, 26 de janeiro de 2016 20:54 BRST
 

Por Julia Love

SAN FRANCISCO (Reuters) - A Apple divulgou vendas de iPhone abaixo do esperado no último trimestre, em seu crescimento mais lento em embarques, num momento em que a companhia começa a sentir os efeitos da desaceleração da economia no crítico mercado chinês.

A Apple disse nesta terça-feira que vendeu 74,8 milhões de iPhones nos três meses encerrados em 26 de dezembro, o primeiro trimestre completo de comercialização do iPhone 6S e 6S Plus. O crescimento de 0,4 por cento foi o mais lento desde que o produto foi lançado em 2007.

Embora a receita na Grande China tenha crescido 14 por cento no trimestre, a Apple está começando a ver uma mudança na economia, particularmente em Hong Kong, disse o diretor financeiro da Apple, Luca Maestri, em entrevista à Reuters.

"À medida que nos movemos para o trimestre de março, está começando a aparentar mais que há alguns sinais de desaceleração econômica", disse Maestri. "Nós estamos começando a ver algo que não víamos antes".

Há algum tempo, analistas temiam que as vendas da Apple na China, um de seus dois principais mercados, iriam vacilar em meio a uma maior desaceleração da economia.

As vendas de iPhones da Apple ficaram abaixo das expectativas de analistas, de 75,5 milhões, de acordo com a empresa de pesquisa FactSet StreetAccount.

O lucro líquido da companhia no primeiro trimestre aumentou 1,9 por cento para 18,36 bilhões de dólares, enquanto a receita aumentou 1,7 por cento, para 75,87 bilhões de dólares, ambos recordes para a empresa.

O aumento nos embarques de iPhones foi o menor desde o segundo trimestre fiscal de 2013, quando subiu 6,8 por cento, de acordo com dados da empresa Statista.

(Reportagem adicional de Anya George Tharakan)