Corte de custos ajuda Ericsson a atingir previsões

quarta-feira, 27 de janeiro de 2016 15:11 BRST
 

ESTOCOLMO (Reuters) - A fabricante sueca de equipamentos de telecomunicações Ericsson disse nesta quarta-feira estar pronta para cortar mais custos se preciso, após ter reduzido despesas, taxas de patentes e a recuperação das vendas na China tê-la ajudado a atingir as previsões de lucro operacional trimestral.

O foco da Ericsson em impulsionar a lucratividade ao reduzir custos ocorre enquanto a demanda de seus maiores mercados vai mais para atualizações da capacidade existente do que para construção de novas redes de última geração.

A companhia sueca enfrenta forte competição da fabricante de equipamentos de rede finlandesa Nokia e da franco-americana Alcatel-Lucent, que se preparam para impulsionar crescimento de vendas e melhorar as margens de lucro com uma fusão no início de 2016.

As vendas comparáveis da Ericsson caíram 5 por cento em 2015, após uma queda de 2 por cento em 2014. Houve baixa de 12 por cento das despesas operacionais na comparação anual, principalmente em pesquisa e desenvolvimento.

A empresa deve economizar 1,1 bilhão de dólares anualmente até 2017 e acrescentou que poderá haver mais cortes.

A Ericsson disse que as vendas de equipamentos de rede na China tiveram retomada, enquanto as vendas de redes em seu maior mercado, a América do Norte, ficaram estáveis.

O lucro operacional foi de 11 bilhões de coroas suecas comparado com 6,3 bilhões um ano antes e acima da previsão de 10,6 bilhões previstos por pesquisa da Reuters com analistas.

(US$1= 8,5218 coroas suecas)

(Por Sven Nordenstam e Olof Swahnberg)