Ações da Apple caem e devem permanecer em baixa até que vendas do iPhone 7 cresçam

quarta-feira, 27 de janeiro de 2016 19:20 BRST
 

(Reuters) - As ações da Apple caíram 6 por cento nesta quarta-feira após a empresa divulgar seu menor crescimento das vendas de iPhones na história, com um ligeiro aumento esperado somente após o lançamento do iPhone 7 em setembro.

O trimestre de março deve ser o mais fraco para a empresa este ano em termos de vendas de iPhones. A Apple estimou na terça-feira sua primeira queda de receita em 13 anos.

As ações caíram para 94,04 dólares, retirando mais de 20 bilhões de dólares do valor de mercado da Apple, de cerca de 554 bilhões de dólares. Mas analistas disseram que os preços das ações mais baixos podem criar uma oportunidade de compra para quem busca valores a longo prazo.

A demanda moderada para os mais recentes iPhones - após o sucesso de vendas do iPhone 6 e 6 Plus - levou a Apple a vender 74,8 milhões de iPhones no primeiro trimestre. A empresa espera vender entre 50 milhões e 52 milhões de unidades no trimestre de março.

A Apple normalmente lança novos iPhones em setembro e vende a maior parte no trimestre de dezembro. As vendas de unidades normalmente caem nos próximos trimestre, aumentando após o lançamento do próximo iPhone.

(Por Supantha Mukherjee, Tenzin Pema e Tripti Kalro)