Google via ampliar filtragem de dados de buscas para aplacar questões da UE

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016 19:08 BRST
 

BRUXELAS (Reuters) - O Google começará a depurar os resultados de buscas ao redor de seus sites quando acessados em um país europeu para acalmar reguladores de privacidade da Europa para implementação de uma regra padrão, disse uma pessoa próxima à empresa.

A empresa tem se desentendido com autoridades de proteção de dados da UE desde que o Tribunal de Justiça Europeu decidiu em maio que as pessoas poderiam pedir que mecanismos de buscas como Google e Bing, da Microsoft removessem informações inadequadas ou irrelevantes que aparecem em buscas por seus nomes - apelidado de "direito de ser esquecido".

A autoridade de proteção dados francesa ameaçou multar o Google em setembro se a empresa não depurasse os resultados de buscas globalmente em todas as versões de seu site, como o Google.com.

Para atender a preocupações das autoridades europeias, a gigante de internet começará em breve a polir os resultados de buscas em todos seus sites quando uma pessoa fizer uma busca a partir do país onde a solicitação de remoção foi feita, disse uma pessoa próxima à companhia.

A empresa filtrará os resultados de buscas de acordo com o endereço IP do usuário, o que significa que pessoas acessando o Google fora da Europa não serão afetadas, disse a pessoa próxima à empresa.

(Por Julia Fioretti)