Uber pode desferir golpe em empresas de correio da Europa

terça-feira, 16 de fevereiro de 2016 16:34 BRST
 

LONDRES (Reuters) - As empresas de correios da Europa, já pressionadas pela Amazon.com, podem enfrentar em breve um desafio do Uber que está se expandindo para entregas, e outras start-ups.

O UberRUSH - administrado pelo Uber, mas que se conecta o usuário a um correio, em vez de um táxi - e novas empresas como PiggyBaggy e Nimber podem conquistar a fatia de mercado de operadores como Royal Mail, Deutsche Post e PostNL, disseram analistas e investidores.

Eles estão começando a ser levados em consideração em um impacto de longo prazo no valor das ações destes titulares, que têm sido atingidos pela transição da Amazon de consumidora a competidora, ao iniciar seu próprio serviço de entregas em partes da Europa.

A possibilidade de que o Uber se transforme também em um serviço postal na Europa, como tem feito em algumas cidades dos EUA, e o surgimento de outras empresas apostando em pessoas comuns em vez de empresas para entregar encomendas de maneira mais barata e rápida, é vista como outro entrave para as ações de Deutsche Post, PostNL e Royal Mail, que caíram entre 3 e 20 por cento ao ano.

"O UberRUSH seria outro competidor em potencial tentando pegar uma fatia do bolo, o que sem dúvida colocará mais pressão em empresas como Royal Mail, quando as entregas no mesmo dia crescerem em importância", disse o analista de transportes e logísticas europeus da Jefferies, David Kerstens.

O Uber disse que "atualmente" não tem planos de iniciar o UberRUSH na Grã-Bretanha, mas analistas disseram que era apenas uma questão de tempo antes que seja lançado em outros locais, dado o crescimento veloz de seu serviço de transportes urbanos.

(Por Atul Prakash)