Trump convoca boicote até que Apple desbloqueie celular de atirador

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2016 20:54 BRST
 

PAWLEYS ISLAND, Estados Unidos (Reuters) - O candidato à presidência dos Estados Unidos pelo partido republicano Donald Trump convocou um boicote aos produtos da Apple nesta sexta-feira até que a empresa de tecnologia concorde em ajudar o governo norte-americano a desbloquear o celular de um dos atiradores do ataque de San Bernardino, Califórnia.

"Boicotem a Apple até o momento em que entregarem a informação", disse Trump em um evento de campanha em Pawleys Island, Carolina do Sul. "Acabei de pensar nisso".

Trump fez o comentário improvisado em um evento em um clube em Pawleys Island, um dia antes da eleição para nomeação do candidato republicano à presidência no Estado.

O líder na corrida para a Casa Branca dentro do partido têm sido um crítico frequente da Apple e já pediu que a empresa fabrique mais produtos nos Estados Unidos.

A porta-voz de Trump, Hope Hicks, disse que o magnata do setor imobiliário não utiliza um iPhone.

Seu últimos comentários ocorreram após o Departamento de Justiça dos EUA mover uma moção na tentativa de forçar a Apple a cumprir uma ordem judicial para desbloquear o iPhone de um dos atiradores de San Bernardino, colocando a recusa da companhia de tecnologia como uma "estratégia de marketing".

(Por Emily Flitter)