Dilma estreia perfil em rede social chinesa com convite para Olimpíada

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2016 19:33 BRT
 

BRASÍLIA (Reuters) - A presidente Dilma Rousseff  estreou nesta quinta-feira uma conta na rede social chinesa Weibo, um misto de Twitter e Facebook, autorizada pelo governo chinês, com um vídeo convidando a população da China a vir ao Brasil para a Olimpíada de 2016 no Rio de Janeiro.

Em um vídeo de um minuto e meio, a presidente saúda os chineses e diz estar muito feliz de participar da rede social. Afirma, ainda, que a China sabe da importância de sediar uma Olimpíada.

“Nós no Brasil assumimos esse desafio com grande responsabilidade e orgulho. Estamos trabalhando dia e noite para garantir o sucesso dos jogos dentro e fora das arenas”, disse a presidente em português, com legendas em mandarim.

O vídeo foi postado na tarde desta quinta-feira, depois de uma audiência da presidente com o presidente-executivo da Weibo, Chao Guowei, no Palácio do Planalto. No encontro, que durou cerca de 40 minutos, Dilma criou sua conta e conversou com executivo sobre a Olimpíada no Brasil e seu interesse em dialogar mais com a população chinesa.

De acordo com a assessoria de imprensa da Presidência, Dilma disse a Guowei que quer atrair mais turistas chineses ao Brasil.

A intenção do Palácio do Planalto é fazer pelo menos uma publicação por mês na rede para tratar de Olimpíada, turismo e comércio exterior. Nas próximas semanas, a presidente deverá, por exemplo, tentar tranquilizar os chineses sobre o surto de Zika vírus no Brasil, afirmando que não há riscos para os Jogos Olímpicos.

Guowei esteve ontem no Rio de Janeiro para lançar a cobertura do Weibo nos Jogos Olímpicos e Paralímpicos. A rede social, que também tem um portal, tem 600 milhões de seguidores, mas seus posts chegam a alcançar 1 bilhão de pessoas.

Criada com autorização do governo chinês, a rede substitui na China as principais redes sociais do mundo, proibidas no país asiático, onde só podem ser acessadas com uso de VPNs, programas que mascaram o IP dos computadores.

A presidente encerra o vídeo postado nesta quinta-feira afirmando que “o Brasil inteiro, assim como o Cristo Redentor, aguarda o povo chinês de braços abertos para dividir conosco as emoções dos Jogos Rio 2016”, e ensaia uma despedida em mandarim: “Zaijian”, ou até logo. 

(Reportagem de Lisandra Paraguassu)

 
Presidente Dilma Rousseff no Palácio da Alvorada, em Brasília. 19/02/2016 REUTERS/Ueslei Marcelino