Fabricantes de celulares apostam em realidade virtual e acessórios para impulsionar vendas

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016 18:45 BRT
 

SEUL/BARCELONA (Reuters) - De câmeras robóticas controladas remotamente a relógios inteligentes com sonar para localizar peixes, as fabricantes de smartphones estão lançando novos aparelhos e serviços, numa aposta para incentivar vendas para seus dispositivos e se diferenciar em um mercado superlotado.

A queda da demanda global por smartphones, especialmente em mercados como a China, e a competição desleal que reduz as margens, aumenta a pressão em fabricantes para encontrar meios de convencer os clientes a pagar mais por mais funções.

A LG, por exemplo, lançou módulos para o celular G5, seu carro-chefe, permitindo que usuários adicionem acessórios para conseguir melhor áudio ou imagens. A empresa também revelou uma nova câmera robótica de realidade virtual que gira como uma bola enquanto captura imagens e vídeos.

"Simplesmente melhorar o que já existe não ganhará o reconhecimento dos clientes como único", disse o chefe de aparelhos móveis da LG, Juno Cho, aos repórteres em Seul antes da reunião Mobile World Congress (MWC), que acabou esta semana em Barcelona.

No evento, outras fabricantes incluindo Samsung, Sony e ZTE também lançaram aparelhos para fazer conjunto com seus telefones, variando desde câmeras 360 graus até um acessório para usar na orelha que sussurra notificações aos usuários.

"Isto é sintoma de uma indústria que percebeu que o crescimento nos smartphones chegou a um impasse", disse um analista independente, Richard Windsor, em uma nota.

(Por Se Young e Harro Ten Wolde)