Toshiba venderá toda a unidade médica; pode ver ofertas agressivas, dizem fontes

segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016 19:26 BRT
 

TÓQUIO (Reuters) - A Toshiba planeja vender toda sua unidade de equipamentos médicos em vez de apenas a parcela de controle, disseram pessoas familiarizadas com o assunto, adicionando que a oferta agressiva pode avaliar o negócio em muito mais que as estimativas iniciais de 3,5 bilhões de dólares.

O acordo dará a liquidez necessária para a Toshiba, que está lutando com as consequências de um escândalo contábil. A empresa alertou este mês que seu prejuízo anual será maior que o previsto anteriormente. O aumento dos custos de reestruturação levou a administração a perseguir a venda completa da Toshiba Medical Systems, disseram as fontes.

Pessoas familiarizadas com o processo disseram que a faixa de preços entre 400 bilhões e 500 bilhões de ienes (equivalentes a 3,5 bilhões a 4,4 bilhões de dólares) era um valor razoável pela unidade. Mas uma pessoa disse que o valor do acordo pode chegar até 650 bilhões de ienes em meio a forte demanda por negócios médicos com grande potencial de crescimento.

A empresa de aquisições global KKR, assim como Canon, Fujifilm e Konica Minolta, empresas de imagem japonesas com unidades de aparelhos médicos, foram listadas para a segunda rodada de ofertas, disseram. O prazo para as propostas é sexta-feira.

As fontes pediram para não serem identificadas porque não têm aval para falar com a imprensa. Toshiba e representantes de todas as empresas listadas não quiseram comentar o acordo.

(Por Junko Fujita e Emi Emoto)