Presença imobiliária do Uber na região de San Francisco cresce ante outras startups

terça-feira, 1 de março de 2016 19:55 BRT
 

SAN FRANCISCO (Reuters) - A nova sede do Uber em Oakland, nos Estados Unidos, é quase 70 por cento maior que o escritório do serviço de transmissões pela Internet Pandora Media, que fica nas proximidades, e abrigará cerca de cinco vezes o número de funcionários que o serviço rival de transportes urbanos Lyft em sua sede.

O Uber pagou 123,5 milhões de dólares pelo histórico prédio da Sears em Oakland no ano passado e até agora apresentou licenças de construção para fazer reformas avaliadas em 2 milhões de dólares, de acordo com a BuildZoom, uma startup que compila dados sobre construções e reformas para proprietários.

Ao longo da baía em San Francisco, o Uber até agora iniciou construções de 130 milhões de dólares em um escritório no bairro de Mission Bay, mostraram dados do BuildZoom.

Os novos dados de permissões de construções da BuildZoom, fornecidos exclusivamente para a Reuters, ressaltam o crescimento gigantesco do rastro do Uber no mercado imobiliário e seus custos associados, ofuscando a maior parte das outras startups de tecnologia em San Francisco e Oakland.

O Uber é a mais valorizada empresa de tecnologia com investimentos de private equity e tem arrecadado mais de 7,4 bilhões de dólares de investidores, um tesouro de guerra que pode ajudar a financiar compras de imóveis.

(Por Heather Somerville)