Presidente do LinkedIn repassa pacote de ações de 2016 a funcionários

quinta-feira, 3 de março de 2016 10:32 BRT
 

(Reuters) - O LinkedIn disse na quarta-feira que seu presidente-executivo, Jeff Weiner, renunciará a seu pagamento anual em ações para repassá-lo a funcionários da rede social.

A medida se segue à previsão decepcionante de receita e lucro para o primeiro trimestre que ficou abaixo das estimativas de Wall Street no mês passado, conforme o crescimento desacelera no negócio de anúncios da empresa e seus serviços de contratação enfrentam pressão fora da América do Norte.

Desde a divulgação dos resultados trimestrais da empresa em 4 de fevereiro até o fechamento de quarta-feira, a 119,6 dólares, a ação do LinkedIn acumula queda de quase 38 por cento.

"Jeff decidiu pedir ao Comitê de Remuneração para renunciar à seu pagamento acionário anual, e, em vez disso, transferir estas ações de volta para funcionários do LinkedIn", disse um porta-voz da companhia em comunicado.

O LinkedIn não confirmou o valor do pacote de ações, mas o site de tecnologia Recode noticiou que seria de cerca de 14 milhões de dólares, citando fonte familiarizada com o tema.

(Por Abhirup Roy)