Apple opta por usar serviços de computação em nuvem do Google, diz Re/code

quinta-feira, 17 de março de 2016 13:35 BRT
 

(Reuters) - A Apple recentemente começou a usar o serviço de computação em nuvem do Google, apesar de estar investindo em seus próprios centros de processamento de dados para reduzir a dependência de terceiros, afirmou o site especializado em tecnologia Re/code, citando fontes.

A Apple usa atualmente serviços de computação em nuvem da Amazon.com e da Microsoft, mas pretende encerrar sua dependência de rivais nos próximos anos, disse a Recode.

A fabricante do iPhone está investindo entre 400 milhões e 600 milhões de dólares nos serviços de computação em nuvem do Google, publicou a revista de tecnologia CRN, acrescentando que não ficou claro se a variação se refere a uma taxa annual ou um valor fixo de capacidade.

A CRN informou que a Apple também reduziu significativamente sua dependência da Amazon desde que passou a utilizar serviços do Google no ano passado.

Representantes da Apple, Amazon e Google não comentaram o assunto de imediato.

A Apple anunciou em fevereiro que investirá 3,9 bilhões de dólares em três centrais de processamento de dados no Arizona, Irlanda e Dinamarca.