Site Gawker é condenado a pagar mais milhões de dólares por publicar vídeo de sexo de Hulk Hogan

segunda-feira, 21 de março de 2016 19:37 BRT
 

ST. PETERSBURG, Estados Unidos (Reuters) - Um júri da Flórida condenou o site de notícias norte-americano Gawker a pagar 25 milhões de dólares adicionais, em um segundo revés que se soma aos 115 milhões de dólares que a companhia terá que desembolsar por ter publicado um vídeo de sexo do ex-lutador profissional Hulk Hogan.

O juri formado por seis pessoas avaliou a punição por danos que o Gawker deve pagar em 15 milhões de dólares. Além disso, o presidente-executivo da empresa mídia, Nick Denton, recebeu multa adicional de 10 milhões de dólares.

Hogan processou o site por divulgar um vídeo feito em 2012 em que aparecia fazendo sexo com a esposa de seu então melhor amigo, o radialista Bubba the Love Sponge Clem.

O editor responsável pela publicação, A.J. Daulerio, foi condenado a pagar 100 mil dólares.