Batalha da Apple sobre encriptação nos EUA ainda está viva no Brooklyn

terça-feira, 29 de março de 2016 17:31 BRT
 

Por Dan Levine

SAN FRANCISCO (Reuters) - O Departamento de Justiça dos Estados Unidos revelará nas próximas duas semanas se manterá a tentativa de fazer com que a Apple ajude a acessar um iPhone em meio a um caso ligado a drogas no Brooklyn, segundo um documento judicial.

O Departamento de Justiça retirou nesta semana uma solicitação similar na Califórnia, afirmando que conseguiu desbloquear um iPhone usado por um dos atiradores envolvidos em um tumulto em San Bernardino em dezembro sem a ajuda da Apple.

Procuradores não afirmaram se a técnica funcionaria para outros iPhones apreendidos, incluindo o aparelho em questão no Brooklyn. Autoridades no país afirmaram que encontraram dispositivos da Apple que não conseguem acessar.

A disputa legal entre o governo norte-americano e a Apple tem sido um teste de alto nível sobre se autoridades ligadas à aplicação da lei devem ter acesso a dados encriptados de telefones.

A Apple, apoiada pela maior parte do setor de tecnologia, diz que qualquer coisa que ajude autoridades a driblar recursos de segurança prejudicará a segurança dos usuários. Autoridades do governo afirmam que todos os tipos de investigações criminais serão prejudicadas sem dados dos telefones.

 
Partes de um iPhone são vistas em uma loja de reparos em Nova York. 17 de fevereiro de 2016. REUTERS/Eduardo Munoz