Apple e Google são frequentemente intimadas a colaborar com EUA no acesso a aparelhos, diz entidade

quarta-feira, 30 de março de 2016 15:40 BRT
 

SAN FRANCISCO (Reuters) - A entidade American Civil Liberties Union (ACLU) disse nesta quarta-feira que identificou 63 casos nos Estados Unidos em que o governo federal solicitou mandados judiciais para obrigar a Apple ou o Google a ajudá-lo a acessar aparelhos apreendidos em investigações.

Os casos surgiram predominantemente em investigações sobre drogas, disse a ACLU, adicionando que os dados indicam que tais solicitações do governo se tornaram "bastante comuns".

Representantes do Departamento de Justiça e a Apple não quiseram comentar.

Um porta-voz do Google, unidade da Alphabet, não quis dizer com qual frequência havia cooperado com solicitações ou mandados baseados no All Writs Act, ou a frequência em que os havia contestado.

O Departamento de Justiça dos EUA revelou anteriormente que a Apple recebeu 70 mandados judiciais requerendo que a empresa fornecesse assistência desde 2008, que a companhia atendeu sem objeção.

(Por Dan Levine)

((Tradução Redação São Paulo, 55 11 56447723))

REUTERS NS JS