Projeto nos EUA quer governo informado sobre ataques cibernéticos contra aviação

quinta-feira, 7 de abril de 2016 18:16 BRT
 

Por David Morgan

WASHINGTON (Reuters) - Um senador dos EUA apresentou nesta quinta-feira um projeto de lei que convoca empresas aéreas e fabricantes de aeronaves a divulgar incidentes de segurança cibernética a autoridades federais, dizendo que o sistema de aviação carece de suficientes normas e supervisão.

O projeto, do senador democrata Edward Markey, de Massachusetts, também exigiria que a Federal Aviation Administration e outras agências federais identificassem as vulnerabilidades cibernéticas dentro do sistema de aviação e estabelecer normas para enfrentá-los.

A medida também prevê um estudo sobre possíveis vulnerabilidades do uso de dispositivos sem fio a bordo de voos.

A segurança cibernética surgiu como importante questão para aviões comerciais e outras aeronaves enquanto o sistema de aviação do país evolui para tecnologia baseada em conectividade sem fio e Internet. A indústria tem intensificado esforços para forjar uma resposta coordenada, mas as empresas não são obrigadas a relatar ataques nos EUA.

Markey disse que sua própria pesquisa informal das empresas aéreas e fabricantes de aeronaves mostrou que nenhum ataque cibernético bem-sucedido contra aviões foi confirmado. Mas ele disse que as tentativas de ataque são comuns e os esforços para impedi-los pode ser inconsistente e mal supervisionado.

(Reportagem de David Morgan)