Criminosos roubaram US$2,3 bi através de e-mails fraudados desde 2013, diz FBI

sexta-feira, 8 de abril de 2016 19:16 BRT
 

BOSTON (Reuters) - Empresas perderam bilhões de dólares para esquemas fraudulentos de crescimento rápido, em que os farsantes se passam por executivos das empresas em e-mails que solicitam aos funcionários que façam transferências para contas controladas por criminosos, de acordo com FBI.

As perdas originadas com estes esquemas, conhecidos como "comprometimento de e-mails empresariais", totalizaram mais de 2,3 bilhões de dólares desde de outubro de 2013 até fevereiro deste ano, disse o FBI em um alerta emitido esta semana, citando relatos feitos aos agentes da lei ao redor do mundo.

Os casos envolveram cerca de 17.642 negócios de todos os tamanhos espalhados por pelo menos 79 países, de acordo com o alerta do FBI divulgado no site do escritório da agência em Phoenix.

Os agentes da lei e especialistas de cibersegurança têm alertado que o comprometimento de e-mails empresariais estava aumentando, mas a extensão das perdas não foi revelada anteriormente.

Especialistas em cibersegurança dizem que esperam que as perdas cresçam, com os grandes lucros atraindo mais criminosos.

"É um crime com baixo risco e alta recompensa. Isso vai continuar a piorar antes de melhorar", disse o ex-promotor federal Tom Brown, em Manhattan.

(Por Jim Finkle)