Verizon aposta em Armstrong e experiência com aquisições para fazer oferta pelo Yahoo

quarta-feira, 13 de abril de 2016 19:26 BRT
 

NOVA YORK (Reuters) - A Verizon é a favorita na disputa pelo negócio principal de Internet do Yahoo, segundo analistas de Wall Street, em parte devido aos bem sucedidos esforços da empresa de telecomunicações sob a liderança do presidente-executivo da AOL Tim Armstrong para fortalecer conteúdo de Internet.

A Verizon comprou a AOL em junho por 4,4 bilhões de dólares - sua primeira grande incursão no negócio de Internet e não está claro se a unidade está tendo boa performance financeira.

Movimentos subsequentes, incluindo a compra de boa parte do negócio de tecnologia de anúncios da Microsoft, um acordo para comprar a Millennial Media por cerca de 250 milhões de dólares e o lançamento do serviço de vídeos para aparelhos móveis go90, também são ativos muito recentes.

Ainda assim, analistas dão pontuação elevada para a empresa de telefonia por permitir que a AOL opere independentemente e ter desdobrado outras aquisições recentes sem muito drama. E disseram que Armstrong parece estar guiando os recentes movimentos da Verizon com o go90 e as novas aquisições.

"A administração colocou muita fé em Armstrong", disse o analista do BTIG Walt Piecyk.

Unir AOL e Yahoo, ideia que surgiu muitas vezes nos últimos anos, pode tornar o Yahoo instantaneamente um grande player do setor de anúncios de Internet, com Armstrong - um dos maiores executivos do mundo - no comando, disseram analistas.

Verizon, AOL e Yahoo não quiseram comentar.

(Por Malathi Nayak; reportagem adicional por Jessica Toonkel e Deborah M. Todd)