Filtro de Bob Marley do Snapchat causa repercussão negativa nas redes sociais

quarta-feira, 20 de abril de 2016 19:09 BRT
 

NOVA YORK (Reuters) - Um novo filtro do aplicativo Snapchat que permite que usuários se pareçam com o falecido cantor de reggae Bob Marley disparou uma repercussão nas redes sociais nesta quarta-feira, com muitos usuários do Twitter considerando a função racialmente insensível.

O filtro, que permite aos usuários se fotografar com dreads e uma "blackface" - imitação pejorativa de feições de pessoas negras - digital, foi lançado em 20 de abril, um feriado da contracultura que celebra a cannabis. O Snapchat disse que o filtro foi criado em conjunto com o espólio de Bob Marley.

Donie O'Sullivan (@donie), um editor da Storyfyl, a autointitulada agência de notícias de redes sociais da News Corp, disse no Twitter, "Uau. O filtro 420 do Bob Marley no Snapchat não é essencialmente uma blackface?"

Hope King,(@lisahopeking), repórter de tecnologia da CNN tuítou "as lentes de Bob Marley do Snapchat funcionam terrivelmente bem... em parte é por isso que o resultado é tão enraivecedor".

Um porta-voz do snapchat disse em declaração enviada por e-mail "as lentes lançadas hoje foram criadas em parceria com o espólio de Bob Marley e dão às pessoas uma nova maneira de compartilhar seu apreço por Bob Marley e sua música. Milhões de usuários gostam da música de Bob Marley e nós respeitamos sua vida e conquistas".

A Fundação Rita Marley, organização sem fins lucrativos criada pela viúva de Marley, não respondeu imediatamente aos pedidos de comentários.

(Por Anjali Athavaley)