Valor gasto com presente de Dia das Mães deve subir 15% este ano, diz pesquisa

quinta-feira, 28 de abril de 2016 17:51 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - O valor médio que os brasileiros das classes A, B e C pretendem gastar nos presentes para o Dia das Mães subiu para 467 reais em 2016, 15 por cento a mais do que no ano passado, de acordo com pesquisa divulgada pelo Google Brasil nesta quinta-feira.

Segundo o levantamento, realizado pelo Ibope em cinco grandes capitais do país e no interior paulista, 90 por cento das pessoas consultadas pretendem presentear as mães, ante 88 por cento em 2015. Os itens mais desejados continuam sendo roupas, acessórios e calçados, com 62 por cento da preferência do público.

A pesquisa sobre as intenções de consumo para o Dia das Mães, principal data do semestre para o varejo, revelou também que os brasileiros estão mais cautelosos e procurando mais informações antes das compras, em meio a um cenário de crise econômica. Entre os entrevistados, 80 por cento disseram que compararam os preços dos produtos que pretendem adquirir, ante 41 por cento no ano passado.

O uso da tecnologia na hora de avaliar as compras também está aumentando, com 77 por cento dos consumidores usando sites de busca para comparar preços. Os smartphones, por sua vez, são o meio utilizado por 22 por cento dos entrevistados para pesquisas, sendo que 15 por cento efetuam as compras pelo próprio aparelho.

“As pessoas estão muito conscientes da limitação do seu dinheiro e de como precisam fazer um uso eficiente dele”, disse a gerente de insights do Google Brasil, Carolina Rocha.

A pesquisa encomendada pelo Google e aplicada pelo Ibope ouviu 1.500 consumidores entre 18 a 55 anos, que têm o hábito de comprar pela Internet, no Rio de Janeiro, Porto Alegre, Recife, Salvador, além da grande São Paulo e o interior paulista.

A tendência de cautela causada pelo cenário econômico também foi observada em pesquisa divulgada pelo site Mercado Livre, em parceria com a empresa de pesquisas NetQuest, nesta quinta-feira.

Segundo o levantamento, em que foram consultados 9.395 usuários de Internet, o número de consumidores dispostos a gastar entre 251 e 500 reais no presente para as mães somou 19 por cento este ano, ante 23 por cento no ano passado. Já os clientes dispostos a pagar entre 50 e 250 reais aumentou para 69 por cento, ante 57 por cento em 2015.

De acordo com a pesquisa, o presente mais desejado pelas mães pelo segundo ano consecutivo é o smartphone, com 29 por cento da preferência.   Continuação...