Preocupações com avaliação de ativos pressionam Rocket Internet

quinta-feira, 28 de abril de 2016 20:50 BRT
 

BERLIM/ESTOCOLMO (Reuters) - As ações da investidora de varejo online alemã Rocket Internet sofreram outra queda nesta quinta-feira, por preocupações sobre o valor de seu portfólio aumentando e após ter sido rebaixada pelo banco que trabalhou com a empresa em sua estreia no mercado de ações, em 2014.

A Rocket e a coinvestidora Kinnevik disseram nesta quarta-feira que uma nova rodada para levantar capital da participante de mercados emergentes online Global Fashion Group (GFG) avaliou a empresa em 1 bilhão de euros, um terço do valor colocado no negócio quando arrecadou fundos pela última vez, em agosto.

Isto levou a questionamentos sobre a avaliação da Rocket sobre suas outras empresas, a qual baseia em levantamentos de fundos com outros investidores - uma medida chamada - "último valor de portfólio" (LPV, na sigla em inglês) - em vez de valor líquido de ativos (NAV, na sigla em inglês), usada pela maioria dos fundos.

A Rocket avaliou seu portfólio de startups em 6 bilhões de euros em 31 de março, incluindo 680 milhões de euros por sua parcela de 22,5 por cento na GFG. Isto se compara à capitalização de mercado da Rocket de 3,8 bilhões de euros.

Nesta quinta-feira, o Bank of America Merrill Lynch (BoAML), que assessorou a oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) da Rocket em outubro de 2014, rebaixou a ação para "desempenho ruim", citando rebaixamentos em suas empresas de operações e um mercado moderado para financiamento de ações.

(Por Emma Thomasson e Mia Shanley; reportagem adicional por Alasdair Pal e Nadine Schimroszik)