Cofundador de empresa de moeda digital é sentenciado a 20 anos de prisão

sexta-feira, 6 de maio de 2016 20:01 BRT
 

(Reuters) - O cofundador da Liberty Reserve, operador do que foi uma moeda digital amplamente utilizada, foi sentenciado a 20 anos de prisão nesta sexta-feira, por conspirar para ajudar cibercriminosos a lavar milhões de dólares usando seus serviços.

Arthur Budovsky, 42 anos, foi sentenciado pela juíza distrital Denise Coteem Manhattan, que disse que uma punição substancial era garantida para seu papel em administrar uma operação de lavagem de dinheiro que, segundo os promotores, era de alcance sem precedentes.

"Fico triste em dizer que o senhor Budovsky usou seu enorme talento de maneira que levou à disseminação de prejuízos", ela disse.

Budovsky, que se declarou culpado em janeiro por conspirar para cometer lavagem de dinheiro também foi condenado a ter 122 milhões de dólares confiscados e uma multa de 500 mil dólares. Ele não disse no tribunal com seu advogado, John Kaley, solicitando menos de 15 anos de prisão.

A Liberty Reserve operava uma moeda digital amplamente utilizada, processando mais de 8 bilhões de dólares em transações financeiras e rendendo mais de 25 milhões de dólares para Budovsky, disseram os promotores.

(Por Nate Raymond)