Swift diz que mais um banco é atingido por ataque de hackers

sexta-feira, 13 de maio de 2016 17:00 BRT
 

(Reuters) - A Swift, rede global de mensagens financeiras que os bancos usam para transferir bilhões de dólares todos os dias, alertou sobre a ocorrência de um segundo ataque similar ao que levou ao roubo de 81 milhões de dólares do Banco Central de Bangladesh.

O segundo caso visou um banco comercial, disse a porta-voz da Swift, Natasha de Teran, sem identificar qual instituição foi alvo. Não ficou imediatamente claro quanto dinheiro, ou se alguma quantia, foi roubado neste segundo ataque.

Embora a Swift tenha alertado previamente que o roubo em Bangladesh não era um incidente isolado, e disse que seu principal sistema de mensagens permanecia intacto, a confirmação de um segundo ataque contra um banco provavelmente aumentará as preocupações sobre segurança de uma rede que é eixo central do sistema financeiro global.

A Swift disse em comunicado que os hackers exibiram um "profundo e sofisticado conhecimento de controles operacionais específicos" dos bancos visados e podem ter sido ajudados por "pessoas maliciosas de dentro da companhia ou por ciberataques, ou mesmo uma combinação de ambos".

A Swift é uma cooperativa na Bélgica controlada por bancos e cujo sistema é utilizado por 11 mil instituições financeiras no mundo. A organização afirmou que especialistas forenses acreditam que o segundo caso mostrou que o roubo ao BC de Bangladesh "não foi uma ocorrência única, mas parte de uma campanha maior e adaptativa que tem bancos como alvo".

Em ambos os casos, a Swift informou que os hackers tiveram sucesso em penetrar nos sistemas dos bancos, obtendo credenciais de usuários e enviando mensagens falsas que corresponderam a transferências de dinheiro.