Presidente da Microsoft visita China em meio a investigação antitruste

terça-feira, 31 de maio de 2016 13:06 BRT
 

PEQUIM/CINGAPURA (Reuters) - O presidente-executivo da Microsoft, Satya Nadella, está Pequim nesta semana, disse um porta-voz da empresa nesta terça-feira, conforme a investigação antitruste no país sobre práticas comerciais da gigante de software se aproxima do terceiro ano.

Nadella deve se reunir com autoridades governamentais da China para discutir as investigações, afirmou uma fonte com conhecimento do assunto.

A visita é a segunda recente de um executivo de alto escalão de uma companhia de tecnologia dos Estados Unidos, após o presidente-executivo da Apple, Tim Cook, viajar ao país em meados deste mês em uma tentativa de revigorar as vendas.

A Microsoft é uma entre várias empresas investigadas na China, que busca reforçar uma lei contra monopólios de 2008. Críticos afirmam que a legislação está sendo usada para mirar contra empresas estrangeiras.

Um porta-voz da Microsoft não confirmou se Nadella vai se reunir com autoridades chinesas e disse que a visita inclui a participação dele em um fórum de desenvolvedores da Microsoft.

A visita de Nadella também acontece enquanto a Microsoft se prepara para fechar o portal MSN China, em junho.

A empresa também tem sido criticada no país nos últimos dias por conta de sua campanha em torno das atualizações para o Windows 10, informou a agência Xinhua.