Vendas da Rocket Internet desaceleram fortemente no 1º tri

terça-feira, 31 de maio de 2016 20:02 BRT
 

BERLIM (Reuters) - As ações da aceleradora de startups online alemã Rocket Internet caíram nesta terça-feira após a empresa reportar desaceleração acentuada das vendas no primeiro, conforme a empresa adota medidas para tentar reduzir prejuízos.

Fundada em 2007, a Rocket investiu fortemente em marketing e logística para construir dezenas de negócios desde moda online a entrega de alimentos para tentar replicar o sucesso da Amazon e do Alibaba nos mercados emergentes.

Mas a empresa mudou o foco para melhora da lucratividade, mesmo às custas de crescimento de receita mais lento, após investidores expressarem receio de que suas principais startups estejam supervalorizadas e tendo prejuízos insustentáveis.

A Rocket prometeu que os 1 bilhão de euros gastos em 2015 seriam o auge dos prejuízos e se comprometeu a tornar três startups lucrativas até o fim de 2017.

Nesta terça-feira, a empresa divulgou progressos em direção à meta, conforme o prejuízo trimestral absoluto de suas principais startups caiu 23 por cento no ano anterior, para 140 milhões de euros.

Mas a receita desacelerou, com a empresa freando gastos com marketing para limitar perdas e também atingida por uma queda nas moedas de mercados emergentes. As vendas aumentaram 34 por cento, a 532 milhões de euros, mas caíram ante a taxa de crescimento de 217 por cento um ano antes.

(Por Emma Thomasson;reportagem adicional de Harro ten Wolde)