Reguladores dos EUA alertam bancos em relação a cibercontroles após assalto de Bangladesh

terça-feira, 7 de junho de 2016 17:16 BRT
 

BOSTON/NOVA YORK (Reuters) - Reguladores norte-americanos disseram nesta terça-feira a bancos para revisarem a proteção contra transferências fraudulentas de dinheiro e outras ameaças, meses após hackers roubarem 81 milhões de dólares de uma conta do Banco Central de Bangladesh no Federal Reserve de Nova York.

O alerta do Fed e outros reguladores financeiros acontece duas semanas após o FBI solicitar que bancos procurem por sinais de possíveis ciberataques e pedir que busquem pistas técnicas de que tenham sido visados como alvo pelo mesmo grupo, de acordo com uma notificação vista pela Reuters.

Os alertas sugerem que órgãos reguladores temem que recentes ataques a bancos em países emergentes causem prejuízos para grandes empresas norte-americanas que confiam na chamada rede de transferências de fundos Swift, que serve como esteio do setor financeiro internacional.

No início de fevereiro, ladrões hackearam a interface do Banco de Bangladesh com a rede Swift e bombardearam o Fed de Nova York com instruções para pagamentos. A maioria dos pedidos foi bloqueada, mas quatro foram cumpridos, correspondendo a 81 milhões de dólares, que foram para contas nas Filipinas e permanecem desaparecidos.

"As instituições financeiras devem rever suas práticas de administração de riscos e controle sobre a tecnologia da informação e redes de sistemas de pagamento por atacado, incluindo autenticação, autorização, detecção de fraudes e sistemas de administração de respostas e processos", disse o Conselho Federal de Avaliação de Instituições Financeiras.

(Por Jonathan Spicer)