Gawker Media apresenta pedido de falência e será vendida

sexta-feira, 10 de junho de 2016 19:25 BRT
 

NOVA YORK/ST. PETERSBURG, Estados Unidos (Reuters) - A Gawker Media, editora online que foi obrigada por um tribunal norte-americano a pagar 140 milhões de dólares ao ex-lutador profissional Hulk Hogan devido à publicação de uma gravação de sexo, pediu recuperação judicial nesta sexta-feira e planeja vender toda a empresa em um leilão.

O movimento intensificará o debate público nos Estados Unidos sobre o papel do grande capital em processos de mídia. O investidor bilionário Peter Thiel, um apoiador inicial do Facebook e cofundador do PayPayl financiou o processo de Hogan.

A empresa de mídia Ziff Davis já chegou a um acordo para comprar a Gawker por pouco menos de 100 milhões de dólares, de acordo com pessoas familiarizadas com o assunto. No entanto, um leilão de recuperação judicial acontecerá no fim de julho. Se nenhum outro interessado se apresentar com uma oferta melhor, a Ziff Davis se tornará a nova dona.

"Há um encaixe tremendo entre as duas organizações, desde as marcas até a audiência, até a monetarização", disse um porta-voz da Ziff Davis. "Nós estamos ansiosos pela possibilidade de acrescentar estas grandes marcas - e as pessoas talentosas que as apoiam - à família Ziff Davis".

(Por Jessica DiNapoli e Jared Leone)