Allianz aposta em blockchain para aumentar negociação de títulos de catástrofes

terça-feira, 14 de junho de 2016 19:54 BRT
 

FRANKFURT (Reuters) - A seguradora alemã Allianz espera que a tecnologia que apoia a moeda virtual bitcoin para encorajar a negociação de títulos de catástrofes, que transferem os riscos de desastres naturais, como furacões, a investidores.

Os pagamentos dos títulos de catástrofes entre seguradoras e investidores podem levar semanas ou até meses após a ocorrência de uma tempestade, mas o uso de contratos inteligentes - acordos executados automaticamente via blockchain quando um conjunto de condições predeterminado acontecer - pode reduzir este tempo a horas, ou poucos dias, disse a Allianz.

A Allianz, maior seguradora da Europa, trabalhou com a administradora de investimentos de Bermudas Nephila Capital para testar a blockchain, ou tecnologias de contabilidade distribuída, como muitas instituições financeiras preferem chamá-la, em uma operação de swap em caso de catástrofe natural.

Os títulos de catástrofes e swaps permitem que investidores recebam um retorno atrativo, mas arriscam perder capital se um furacão ou outro desastre natural ocorrer.

Allianz e a Nephila Capital disseram que um teste mostrou que o processamento e a conclusão de pagamentos entre seguradoras e investidores pode ser acelerado e simplificado significativamente por contratos baseados em blockchain.

A Blockchain funciona como uma contabilidade à prova de violações, capaz de facilitar o processamento de transações, assim como outras transferências de dados, sem necessidade de verificação de terceiros.

(Por Jonathan Gould; reportagem adicional por Jemima Kelly)